Mercado imobiliário prospera em 2019

10/05/2020

|

O setor imobiliário está em alta – e está apenas no início do ano. Segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), a compra e construção de imóveis no ano de 2018 teve um aumento de 30% em relação ao ano anterior.

Dados apresentados pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) confirmam isso: foi gasto em nosso país um valor total de R$ 57,5 bilhões.

Especialistas acreditam que esses números representam o fim da crise no setor e um crescimento gradual, principalmente no ano de 2019.

Além disso, os lançamentos residenciais aumentaram 30,1% no primeiro trimestre do ano passado em relação ao mesmo tempo de 2017, segundo os indicadores da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Na capital do estado, por exemplo, foram vendidas 3843 unidades residenciais novas em novembro do ano passado, segundo a Pesquisa de Valores de Locação Residencial feita pelo Sindicato da Habitação do Estado de São Paulo (SECOVI).

Mesmo com esses números, ainda não é o suficiente para a demanda habitacional. Um levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra que é preciso ter cerca de 14 milhões de novas residências até 2025.

Outra coisa que favoreceu essa melhora na área foi a publicação das leis 13.777/18 (que regulamenta a multipropriedade) e 13.786/18 (que disciplina a resolução do acordo por inadimplência do comprador).

É a época ideal para investir em imóveis, seja comerciais ou residenciais. A expectativa é de que os juros diminuam e haja uma abertura maior de financiamentos seguros. Economistas brasileiros confiam em uma inflação 2,04% menor comparada aos anos anteriores.

Bom para quem constrói, melhor ainda para quem consome. São diversas opções de empreendimentos, desde os mais funcionais e compactos até os mais grandiosos.

Na Constrix, todos os comerciais e residenciais apresentam boa localização e estruturas completas, sendo uma referência na região do Oeste Paulista.

LEIA TAMBÉM